.: Malvadeza :. - Powered by vBulletin
+ Reply to Thread + Post New Thread
Results 1 to 7 of 7

Thread: Os 1000 melhores filmes (atualizado pra 2009)
  • Share This Thread!
    • Share on Facebook
    1. #1

      Default Os 1000 melhores filmes (atualizado pra 2009)

      Eu nao li a mensagem inteira nem o link inteiro, entoa aqui vai um pedaço do que eu li:

      Tem um site aí que, somando varias listas de varias pessoas que conhecem do assunto (cineastas e o caralho), lista os 1000 melhores filmes. E atualizam todo ano. E pelo jeito saiu a lista atualizada levando os filmes de 2009:

      http://www.theyshootpictures.com/gf1000.htm

      Aqui tá os 25 primeiros:

      1. Citizen Kane (Orson Welles, 1941)
      2. Vertigo (Alfred Hitchcock, 1958)
      3. The Rules of the Game (Jean Renoir, 1939)
      4. 2001: A Space Odyssey (Stanley Kubrick, 1968)
      5. 8½ (Federico Fellini, 1963)
      6. The Godfather (Francis Ford Coppola, 1972)
      7. The Searchers (John Ford, 1956)
      8. The Seven Samurai (Akira Kurosawa, 1954)
      9. Singin' in the Rain (Stanley Donen/Gene Kelley, 1952)
      10. Battleship Potemkin (Sergei Eisenstein, 1925)
      11. Tokyo Story (Yasujiro Ozu, 1953)
      12. Sunrise (F.W. Murnau, 1927)
      13. Lawrence of Arabia (David Lean, 1962)
      14. Bicycle Thieves (Vittorio De Sica, 1948)
      15. The Godfather, Part II (Francis Ford Coppola, 1974)
      16. L'Atalante (Jean Vigo, 1934)
      17. Casablanca (Michael Curtiz, 1942)
      18. Rashomon (Akira Kurosawa, 1950)
      19. Raging Bull (Martin Scorcese, 1980)
      20. The Passion of Joan of Arc (Carl Dreyer, 1928)
      21. Touch of Evil (Orson Welles, 1958)
      22. Some Like it Hot (Billy Wilder, 1959)
      23. La Dolce Vita (Federico Fellini, 1960)
      24. La Grande Illusion (Jean Renoir, 1937)
      25. City Lights (Charles Chaplin, 1931)

      E os novos que entraram nessa atualizacao:

      432. The Red Balloon (Albert Lamorisse, 1956)
      525. The Story of a Cheat (Sacha Guitry, 1936)
      535. Eternal Sunshine of the Spotless Mind (Michel Gondry, 2004)
      627. The Fly (David Cronenberg, 1986)
      724. Robocop (Paul Verhoeven, 1987)
      739. Pan's Labyrinth (Guillermo del Toro, 2006)
      748. Ordinary People (Robert Redford, 1980)
      752. My Own Private Idaho (Gus Van Sant, 1991)
      773. The Lives of Others (Florian Henckel von Donnersmarck, 2006)
      785. There Will Be Blood (Paul Thomas Anderson, 2007)
      795. The Blues Brothers (John Landis, 1980)
      804. Requiem for a Dream (Darren Aronofsky, 2000)
      819. The Times of Harvey Milk (Rob Epstein, 1984)
      826. Dracula (Tod Browning, 1931)
      857. Seconds (John Frankenheimer, 1966)
      866. Le Corbeau (Henri-Georges Clouzot, 1943)
      884. Ed Wood (Tim Burton, 1994)
      886. The Gleaners & I (Agnès Varda, 2000)
      890. The Dark Knight (Christopher Nolan, 2008)
      916. Poison (Todd Haynes, 1990)
      918. Jour de Féte (Jacques Tati, 1948)
      922. The Death of Mr. Lazarescu (Cristi Puiu, 2005)
      933. Amélie (Jean-Pierre Jeunet, 2001)
      935. The Lord of the Rings: The Return of the King (Peter Jackson, 2003)
      937. Million Dollar Baby (Clint Eastwood, 2004)
      943. The Lord of the Rings: The Two Towers (Peter Jackson, 2002)
      968. The Roaring Twenties (Raoul Walsh, 1939)
      969. The Ox-Bow Incident (William Wellman, 1943)
      971. Elephant (Gus Van Sant, 2003)
      974. In Praise of Love (Jean-Luc Godard, 2001)
      976. Kill Bill Vol. 1 (Quentin Tarantino, 2003)
      979. Four Horsemen of the Apocalypse (Vincente Minnelli, 1962)
      981. Mothlight (Stan Brakhage, 1963)
      990. Near Dark (Kathryn Bigelow, 1987)
      992. Tale of Tales (Yuriy Norshteyn, 1979)
      996. Mr. Arkadin (Orson Welles, 1955)
      997. Husbands and Wives (Woody Allen, 1992)
      998. The Truman Show (Peter Weir, 1998)
      1000. Fires on the Plain (Kon Ichikawa, 1959)

      Quem queria filmes pra ver, ta aí a lista

      Ironman, de a sua opiniao.

    2. #2
      Senior Member MissFatal's Avatar
      Join Date
      Mar 2006
      Location
      São Paulo - SP
      Posts
      6,463

      Default

      Massa! Tenho mta coisa pra ver daí desses primeiros colocados.
      Miss para os íntimos, Fatal para o resto

    3. #3
      Super Moderator BR|:::IronMan:::|BR's Avatar
      Join Date
      May 2006
      Location
      Residência: Mordor (Santos) - Trabalho: Gondor (São Paulo)
      Posts
      2,271

      Default

      1. Citizen Kane (Orson Welles, 1941)
      Vale ficar na primeira posição por causa dos avanços trazidos por Orson Welles para o Cinema. O roteiro é razoável, mas as técnicas de filmagens são utilizadas até hoje, então pelo contexto merece estar entre os melhores.

      2. Vertigo (Alfred Hitchcock, 1958)
      Sou suspeito para falar de Hitchcock...adoro tudo que tem o dedo dele....Esse é um dos melhores, imperdivel...

      3. The Rules of the Game (Jean Renoir, 1939)
      Não vi.

      4. 2001: A Space Odyssey (Stanley Kubrick, 1968)
      Um dos meus top 10. Estava falando com o Rain outro dia sobre esse filme. Simplesmente fantástico. Considero esse filme uma profecia. Kubrick conta a história da humanidade e traz a velha pergunta daonde viemos e para onde vamos. Sem falar que conseguiu colocar na tela o espaço antes mesmo do homem pisar na Lua. Sensacional...Continua moderníssimo...

      5. 8½ (Federico Fellini, 1963)
      Faz uns 2 anos que vi esse filme e amei. Mais um filme que tem que ver o contexto que foi feito, é um filme de arte, e um gênero complicado de se assistir. Fellini é fantástico em colocar na tela nossos sentimentos e emoções, o filme é passional ao extremo. Mas é filme super cabeça ou você adora ou odeia.


      6. The Godfather (Francis Ford Coppola, 1972)
      Mais um top 10 da minha lista. Roteiro fantástico, Direção surpreendente, Elenco espetacular. Ah esse filme é perfeito...

      7. The Searchers (John Ford, 1956)
      Esse eu tive que procurar o título em português pois não lembrava. "Rastros de òdio" Eu curti muito. Faroeste clássico com John Wayne. A história do filme vai muito além de tiroteios. É muito bom, recomendo.

      8. The Seven Samurai (Akira Kurosawa, 1954)
      Monótono mais excelente. Esse filme foi base para centenas de filmes de faroeste inclusive 7 homens e um destino. Longo e bom.

      9. Singin' in the Rain (Stanley Donen/Gene Kelley, 1952)
      Um dos poucos musicais que eu gostei e supera as espectativas.

      10. Battleship Potemkin (Sergei Eisenstein, 1925)
      Sinceramente já assisti faz um tempão e não me lembro, preciso rever mas esse filme sempre esta na lista dos melhores de todos os tempos.

      11. Tokyo Story (Yasujiro Ozu, 1953)
      Não assisti.

      12. Sunrise (F.W. Murnau, 1927)
      Não assisti.

      13. Lawrence of Arabia (David Lean, 1962)
      É legal para ver conhecer um pouco da história do oriente médio e suas tribos, mas ele é monótono e não sei porque todo mundo ama esse filme.

      14. Bicycle Thieves (Vittorio De Sica, 1948)
      Esse filme é um dramalhão Italiano, mas é esxcelente. Temática que continua atual, mas rola até uma depressão vendo o ator principal e seu filho o filme inteiro tentando recuperar uma bicicleta roubada.

      15. The Godfather, Part II (Francis Ford Coppola, 1974)
      Idem ao comentário do Godfather I.

      16. L'Atalante (Jean Vigo, 1934)
      Não assisti.

      17. Casablanca (Michael Curtiz, 1942)
      Clássico. Sinceramente não tem nada que me impressionou muito a não ser o final que é imprevisível. Não colocaria ele nessa posição.

      18. Rashomon (Akira Kurosawa, 1950)
      Não assisti. Está na minha lista para assistir.

      19. Raging Bull (Martin Scorcese, 1980)
      Touro Indomável, imperdível. De Niro fantástico.

      20. The Passion of Joan of Arc (Carl Dreyer, 1928)
      Essa versão eu não assisti.

      21. Touch of Evil (Orson Welles, 1958)
      Está na minha lista. Ainda não vi.

      22. Some Like it Hot (Billy Wilder, 1959)
      Então, esse filme é divertido, mas acho uma comédia romântica meio sessão da tarde. Não acho ele top de nada.

      23. La Dolce Vita (Federico Fellini, 1960)
      Não vi. Está na minha lista.

      24. La Grande Illusion (Jean Renoir, 1937)
      Não assisti.

      25. City Lights (Charles Chaplin, 1931)
      Esse filme merecia estar mais acima nessa lista. É excelente, me levou a assistir outros filmes de Chaplin e descobrir o quão importante foi para o Cinema. Fantástico.

      E os novos que entraram nessa atualizacao:

      432. The Red Balloon (Albert Lamorisse, 1956)
      525. The Story of a Cheat (Sacha Guitry, 1936)
      535. Eternal Sunshine of the Spotless Mind (Michel Gondry, 2004)
      627. The Fly (David Cronenberg, 1986)

      724. Robocop (Paul Verhoeven, 1987)
      WTF??? Bom não deixa de ser um clássico...

      739. Pan's Labyrinth (Guillermo del Toro, 2006)
      748. Ordinary People (Robert Redford, 1980)
      752. My Own Private Idaho (Gus Van Sant, 1991)
      773. The Lives of Others (Florian Henckel von Donnersmarck, 2006)
      785. There Will Be Blood (Paul Thomas Anderson, 2007)

      795. The Blues Brothers (John Landis, 1980)
      Fala sério.....Que lixo....

      804. Requiem for a Dream (Darren Aronofsky, 2000)
      819. The Times of Harvey Milk (Rob Epstein, 1984)
      826. Dracula (Tod Browning, 1931)
      857. Seconds (John Frankenheimer, 1966)
      866. Le Corbeau (Henri-Georges Clouzot, 1943)
      884. Ed Wood (Tim Burton, 1994)
      886. The Gleaners & I (Agnès Varda, 2000)

      890. The Dark Knight (Christopher Nolan, 2008)
      Esse eu gostei.....

      916. Poison (Todd Haynes, 1990)
      918. Jour de Féte (Jacques Tati, 1948)
      922. The Death of Mr. Lazarescu (Cristi Puiu, 2005)
      933. Amélie (Jean-Pierre Jeunet, 2001)

      935. The Lord of the Rings: The Return of the King (Peter Jackson, 2003)
      Merecia estár bem mais acima.

      937. Million Dollar Baby (Clint Eastwood, 2004)
      Posição justa.

      943. The Lord of the Rings: The Two Towers (Peter Jackson, 2002)
      Merecia estár bem mais acima.
      968. The Roaring Twenties (Raoul Walsh, 1939)
      969. The Ox-Bow Incident (William Wellman, 1943)
      971. Elephant (Gus Van Sant, 2003)
      974. In Praise of Love (Jean-Luc Godard, 2001)

      976. Kill Bill Vol. 1 (Quentin Tarantino, 2003)
      Tarantino não precisa falar mais nada.

      979. Four Horsemen of the Apocalypse (Vincente Minnelli, 1962)
      981. Mothlight (Stan Brakhage, 1963)
      990. Near Dark (Kathryn Bigelow, 1987)
      992. Tale of Tales (Yuriy Norshteyn, 1979)
      996. Mr. Arkadin (Orson Welles, 1955)
      997. Husbands and Wives (Woody Allen, 1992)

      998. The Truman Show (Peter Weir, 1998)
      Mais um que gostei...

      1000. Fires on the Plain (Kon Ichikawa, 1959)

    4. #4
      Senior Member MissFatal's Avatar
      Join Date
      Mar 2006
      Location
      São Paulo - SP
      Posts
      6,463

      Default

      Eu estava discutindo outro dia com minha chefe que tem uns filmes q não dá pra assistir na raça hj em dia. São clássicos q vc só aprecia qdo alguem explica as coisas, o contexto, as técnicas, os significados. Aí vc acha o máximo. Eu tive na faculdade um professor que fazia isso. Ele passava filmes cult e ia explicando tudo.

      Pena que ele fez isso com poucos filmes, pois foi valioso pra mim. Aprendi um pouco a assistir esse tipo de filme, mas ainda acho q cada filme merece suas explicações q são dificeis, quando não impossíveis de ser achadas assim na hora.

      A melhor coisa é qdo isso já está incorporado no DVD - com aquela opção de assistir com os comentários do diretor. Mas isso tbm é raro.

      Até achar um personal expert ou algum substituto à altura, fico apreensiva de pegar nesses classicos e morrer de sono, vendo apenas o superficial e deixando de captar tudo o que realmente importa.
      Miss para os íntimos, Fatal para o resto

    5. #5
      Super Moderator BR|:::IronMan:::|BR's Avatar
      Join Date
      May 2006
      Location
      Residência: Mordor (Santos) - Trabalho: Gondor (São Paulo)
      Posts
      2,271

      Default

      Quote Originally Posted by MissFatal View Post
      Eu estava discutindo outro dia com minha chefe que tem uns filmes q não dá pra assistir na raça hj em dia. São clássicos q vc só aprecia qdo alguem explica as coisas, o contexto, as técnicas, os significados. Aí vc acha o máximo. Eu tive na faculdade um professor que fazia isso. Ele passava filmes cult e ia explicando tudo.

      Pena que ele fez isso com poucos filmes, pois foi valioso pra mim. Aprendi um pouco a assistir esse tipo de filme, mas ainda acho q cada filme merece suas explicações q são dificeis, quando não impossíveis de ser achadas assim na hora.

      A melhor coisa é qdo isso já está incorporado no DVD - com aquela opção de assistir com os comentários do diretor. Mas isso tbm é raro.

      Até achar um personal expert ou algum substituto à altura, fico apreensiva de pegar nesses clássicos e morrer de sono, vendo apenas o superficial e deixando de captar tudo o que realmente importa.
      Assino embaixo. É um pecado assistir um clássico na raça, sem ter informações antes.

      Fiz isso dezenas de vezes, antes de assistir um clássico procurei informações a respeito, inclusive nesta lista é fundamental ver informações prévias na maioria dos filmes, principalmente: Cidadão Kane, Luzes da Cidade, 2001, Poderoso Chefão, 8 1/2 entre outros.

      É muito legal ver um filme e descobrir que ele foi o primeiro a usar uma determinada técnica ou desvendar a simbologia numa determinada imagem.

      No canal Futura tem um programa que só passa clássicos e acho muito legal pois antes de começar o filme a apresentadora explica o que será importante repararmos, qual o contexto e destaques do filme. No final a apresentadora retorna e faz outra análise. Muito legal. no mês passado assisti no canal Futura "O Grande Ditador" do Chaplin e amei....

      O que a Miss comentou também deve ser aplicado as obras de arte. Não tem como, nós leigos, irmos numa exposição e vermos quadros e obras sem as devidas análises por quem entende como um guia (ou guia eletrônico - diskman).
      Last edited by BR|:::IronMan:::|BR; 19-01-2010 at 09:23 AM.

    6. #6
      Administrator Kenjiro-D's Avatar
      Join Date
      Mar 2006
      Location
      Coruscant, há duas quadras do Conselho Jedi
      Posts
      6,558

      Default

      Concordo Iron e Miss. Tem coisas que, como são muito antigas (a gente não tinha nascido ou era novo demais) a gente acaba não sacando certos detalhes, importâncias, etc.

      Nada a ver com técnica isso ou aquilo, mas um exemplo é "Kenjiro assistindo Star Wars". Quando eu era guri e vi os três primeiros episódios (IV, V e VI), achei muito bom, curti pra caralho. Mas o que me chamava a atenção? As naves, a roupa preta e a DUBLAGEM do Darth Vader. Só isso. Aaaaanos depois, já mais véio, assisti de novo e a "magia" por trás da Força, Jedis, etc é que me captou a atenção (sem desmerecer os combates de nave, a roupa preta do Vader e sua voz original (em ingles)).

      Um amigo meu assistiu Matrix no cinema e disse que não gostou, não entendeu. Depois que eu expliquei pra ele... assistiu de novo e achou muito bom, tanto que virou fã.

      Agora a analogia das obras de arte (pinturas e esculturas, suponho eu)... não sei não. Ou eu sou muito cético ou sou muito... tradicional. Tem pinturas que eu vejo por aí e penso "poha, isso até meu filho faria!". Em termos de desenhos/pinturas confesso curtir mais os desenhos bem feitos, como os de paisagens, animais, etc. Esse lance de "arte moderna" em que o cara olha e não saca de primeira o que pode ser, que precisa fumar 3 baseados antes pra começar a sacar... "tô fora!"

    7. #7
      Senior Member MissFatal's Avatar
      Join Date
      Mar 2006
      Location
      São Paulo - SP
      Posts
      6,463

      Default

      Arte moderna foi qdo o negócio começou a descambar. Duschamps, ready-mades, dadaísmo, tudo isso só teve valor como protesto, dentro do contexto em que foram produzidos. É o tipo de coisa que é legal saber, mas não é exatamente obra de arte, como alguns podem pensar.
      Mas tem coisas da arte moderna muito boas - só que precisam de conhecimento pra apreciar.

      Não sou expert em arte, mas estudei um pouco na faculdade e com certeza faz uma puta diferença ter conhecimento. Foda q já esqueci mta coisa, mas pretendo estudar tudo de novo. Livro sobre arte é o que não falta aqui em casa. Minha mãe é fanática por isso.

      Agora resta procurar algum lugar que agregue informações sobre filmes cult.
      Miss para os íntimos, Fatal para o resto

    Posting Permissions

    • You may not post new threads
    • You may not post replies
    • You may not post attachments
    • You may not edit your posts

    Go to the top of the page